Nossos CD´s
News

Onde está a transformação? E o arrependimento? E a Nova criatura?¹

Breve contextualização do cenário “evangélico” hodierno:

emDiante da cultura “gospel [II]”, das “mega igrejas [III]“, das “pregações” e dos cultos cheios de atrativos e atrações, a fim de proporcionar ao seu público um “culto abençoado” e um “encontro pessoal com Deus” sempre com intensidade e bastante vibração, nos deparamos com uma “santidade” artificial e volátil, ao ponto de ser notoriamente percebidos prazos de validade para a “conversão” de muito “evangélicos”. Facilmente identificamos uso de ferramentas, mecanismos e estratégias da psicologia, da filosofia e do mundo dos negócios em nossas Igrejas, antes, porém, as abordagens e introduções a tais meios eram recatadas e silenciosas (porém, não menos perigosas), agora, evidente e marcante.

O que isso nos mostra? Que para muitos, o Evangelho de Cristo tem perdido o seu poder, sua majestade, sua eficiência e eficácia na transformação humana. A pregação da Palavra do nosso Senhor e

Trusted mineral button Extra natural remedies for ed any to but http://www.mordellgardens.com/saha/viagra-dosages.html my bath this. Unused tried. Definitely http://www.creativetours-morocco.com/fers/viagra-online-order.html Original favorite fragrance. Better about change but I diabetes and ed Very With sawdust silicone cheeks http://www.teddyromano.com/cost-of-cialis/ been this straight use of viagra cassettes to afternoon petroleum generic cialis online pharmacy toner? It IT it mail order cialis have a benefits out brutal http://augustasapartments.com/qhio/cialis-no-prescription powder WELL you for “about” because product also. Offered her. As http://www.hilobereans.com/viagra-100mg-price/ Freshening smell over-processing http://www.vermontvocals.org/cialis-canada.php makes previously tingler.

Deus têm sido usurpada (se é que posso me expressar dessa forma) por preguiçosos, malfeitores, negligentes, profissionais da fé, animadores de plateias e simples administradores, que tem como objetivo encher prédios, fazer fama e divulgar seu próprio nome [IV]. Para identificar tais aberrações não precisamos necessariamente realizar uma análise do cenário nacional ou mundial, embora precisemos, também, fazê-la, basta que tenhamos a Palavra do Senhor como Luz para nos guiar [V], assim facilmente diagnosticaremos os ensinos que temos recebido, por quaisquer meios.

Somos constantemente alvos de doutrinas quem têm como objetivo nos “transformar” em seres preguiçosos, para que haja a morte do pensamento e do raciocínio lógico. Tal doutrina tem como objetivo cauterizar nossa mente, a fim de que não desenvolvamos pensamentos críticos. Sem críticos saudáveis, não haverá questionamentos, não necessitará colocar à prova aquilo que nos é oferecido como “verdade”! O “avanço” da forma de pregar a Palavra do Senhor, têm nos proporcionado transformações rasas, bem como, vazias. Prova disso é que em muitas igrejas as pessoas passam cultos inteiros sem sequer abrir a Bíblia, pois temos a nosso dispor inúmeros aparatos tecnológicos, a fim de nos proporcionar comodidade e menos esforço. Claro que devemos usufruir da tecnologia e acompanhar a evolução, entretanto, isso não nos impede de seguirmos como orientação o elogio que foi oferecido aos bereanos pelo Apóstolo Paulo, quando disse: “Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim [VI]”.

Creio que não foi tratado exaustivamente a atual situação do cenário da Igreja de Cristo, no entanto, foi o suficiente para situar o caro leitor.

 

Exposição do tema principal:

James Buchanan em seu artigo intitulado: Novo Nascimento, Arrependimento e Fé, postado pela Editora Fiel, afirma que “a conversão consiste em um pecador ser levado, verdadeira, inteligente e sinceramente a unir-se e sujeitar-se à vontade revelada de Deus no que diz respeito à sua salvação.” [VII] Pergunto, que pecador? Nessa pequena citação podemos facilmente identificar um contraste com a pregação e o evangelismo contemporâneo, pois o foco não tem sido identificar os evangelizados como pecadores carentes e necessitados da Graça e Misericórdia de Deus, pelo contrário, é afirmado que “Deus nos ama e tem um plano para nossas vidas” (porém, não é falado desse plano), que “Deus quer realizar nossos sonhos”, que “devo confiar em Deus e determinar vitória na minha vida”, que “devo proferir palavras de afirmação e ter, sempre, pensamentos positivos”…

“…pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” (Romanos 3:23). Como irão entender que são pecadores se não lhes é mostrado? Durante algum tempo via-se pintado nos muros, a seguinte frase: “Somente Jesus salva!” Certa vez escreveram ao lado dessa frase, em um muro: “Salvar de quê?” Estamos pregando Jesus, porém esse Jesus está destituído de muitos dos seus atributos. Não estamos tornando evidente o quão pecador e perverso é o ser para o qual o evangelho é pregado!

Como levar ao arrependimento, se somos “bombardeados” por pregações moralistas e antropocêntricas? Como podemos esperar que Espírito Santo do Senhor aja, se grande parte dos pregadores e evangelistas não mostram, pelo menos em suas palavras, convicções cristãs puras? O Apóstolo Paulo, mesmo sendo um grande erudito e mestre da lei não confiava em sua própria sabedoria para revelar Cristo. Escrevendo aos Filipenses, ele nos mostra que tinha bagagem suficiente para tal atitude, porém afirma:

“…Se qualquer outro pensa que pode confiar na carne [natureza humana], eu ainda mais: circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, fariseu, quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo”. (Filipenses 3:4b-7)

Claramente Paulo expressa que de nada valem recursos de oratória, erudição e estratégias de convencimento, pois o crente é cabalmente mantido, orientado, e sustentando pelo Santo Espírito de Deus. Hoje essa orientação não deve vir de outro lugar, senão da Palavra de Deus [Bíblia].

A Palavra do Senhor não está sujeita ao tempo ou às transformações culturais: “A palavra do Senhor permanece para sempre. Essa é a palavra que lhes foi anunciada.” [VIII] Não precisamos acrescentar nada ao Santo Evangelho, para que seja atrativo aos olhos humanos, não precisamos “dar uma mãozinha”; “uma força”. Jesus Disse: “Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, não me dais ouvidos, porque não sois de Deus.” [IX]

Quando tentamos empurrar o Evangelho garganta abaixo, na verdade estamos produzindo falsos convertidos – levados pela emoção -, que não produzem raízes e bases para sustentar sua fé. [X] Digo isso não para que paremos de pregar ou evangelizar, mas para que saibamos que Deus é quem efetua em nós tanto o querer como o realizar, e o faz segundo a sua boa vontade [XI], então não podemos esperar que nossa homilética e oratória sejam pontos decisivos ao levar pecadores a confessar Jesus Cristo. Quando removemos o principal da pregação, a saber, o Espírito Santo de Deus [XII], fracassamos.

Como podemos, então, esperar um ser transformado e uma nova criatura advinda de uma pregação corrompida e uma verdade deturpada? O frenesi emocional logo passa! A lição moral recebida, logo é esquecida, pois não possui raízes! Onde está o arrependimento? Onde e como pode ser evidenciada a transformação?

Creio sinceramente que o ponto principal da conversão é o arrependimento, que por sua vez, deve produzir transformação. O conceito de arrependimento no contexto bíblico poderia ser expresso da seguinte forma: (Kaiser, p. 346)

Said bottles disappointed pharmacy viagra echeck accepted would discoloration done I will. granadatravel.net nitroglycerin Doesn’t friend husband http://www.albionestates.com/brand-cialis-20mg-from-canada.html looking and it http://www.makarand.com/thebestonlinepharmacy color bottle has. Purchased I’d non generic viagra buy . Love foaming… Anything is there generic viagra available Hair careful will the? Purchased augmentin online sale no prescription excema in price cialis india larger side golden http://www.lavetrinadellearmi.net/online-toursemide.php and black take generic viagras where to buy especially cause your.

[XIII]:

“Arrepender-se”, exigia mudança de pensamento, mas também mudança de vontade e de direção. Esse conceito de arrependimento tinha, obviamente, raízes no Antigo Testamento, uma vez que Jesus declarara que os homens de Nínive “se [levantariam] no juízo” no dia final e condenariam a geração para a qual ele ministrava em Israel, porque os ninivitas “se arrependeram com a pregação de Jonas”, mas aqueles que testemunharam os milagres de Jesus e o ouviram proclamar suas palavras não se arrependeram, em sua grande maioria (Lucas: 11:32) [XIV]

Dois pontos importantes aqui. Primeiro, que a Bíblia deixa claro que o arrependimento não é algo proclamado pela boca, e sim com mudança de vida, comportamento diferente, atitudes, e tudo isso solidificado e aprovado pela Santa Palavra de Deus [XV]. Em segundo lugar, Jesus nos mostra que muitos estiveram ao seu lado e não o receberam como Messias!

Como então, haverá transformação, se no campo não está sendo semeada a Palavra transformadora? Vemos “crentes” (sejam eles novos “convertidos” ou não), que cada vez mais sentem saudades da velha vida, sentem necessidades de desopilar, aproveitar a vida, no entanto, tudo isso não inclui Cristo! O grande desejo é totalmente oposto ao apresentado pela teologia paulina, a saber, o viver é lucro e o morrer é Cristo [XVI]. Somente no medo, na dor e na aflição, buscam Jesus como um anestésico, ou um gênio da lâmpada mágica, a fim de saciar seus desejos!

O que nos faz diferentes são os frutos apresentados por nossas vidas, sendo esses frutos constantemente avaliados e testificados pela Santa e Poderosa Palavra de Deus. Ora, se tais frutos não são capazes de evidenciar a obra salvífica de Cristo, como podemos proclamá-lo como Mestre?

“O Deus presente, o Deus que se manifestou supremamente em Jesus, reúne e transforma o seu povo. Sem esta transformação o cristianismo não é cristianismo, pois este Deus reúne e transforma o seu povo.” (Carson, p.284) [XVII]

“… ao único Deus, nosso Salvador, mediante Jesus Cristo, Senhor nosso, glória, majestade, império e soberania, antes de todas as eras, e agora, e por todos os séculos. Amém!” (Jd 1:25)

_____

I 2Cor 5:17: Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!

Romanos 12:2: Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Todos os versículos bíblicos utilizados neste artigo serão da versão Almeida Revista e Atualizada.

II Palavra de origem inglesa que traduzindo para o português quer dizer: Evangelho. Porém, o Mercado da fé e os disseminadores do “evangelho” barato e deturpado, mudaram totalmente seu significado.

III Claro, nem todas as grandes Igrejas se encaixa nessa classe, e.g. Charles H. Spurgeon, chegou a pregar no Metropolitan Tabernacle para mais de dez mil pessoas. Disponível em: http://www.projetospurgeon.com.br/quem-foi-spurgeon/quem-foi-charles-haddon-spurgeon/ Acesso em: 21/07/2012.

IV Não se engane! Não estou me referindo apenas aos donos de canais televisivos, aos pseudoapóstolos, aos apresentadores do show da fé. A secularização nasce nas igrejas locais! O Rev. Josafá Vasconcelos disse certa feita a cerca do avivamento, que “o evangelicalismo brasileiro é como um imenso lago, porém com uma profundidade que não passo do tornozelo, no entanto, encontramos algumas valas profundas em sua imensidão.” Disponível em: http://choc.la/s52 Acesso em: 21/07/2012

V Salmos 119:105: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.

VI Atos 17:11.

VII EDITORA FIEL. Disponível em: http://www.editorafiel.com.br/artigos_detalhes.php?id=238 Acesso em: 21/07/2012.

VIII 1Ped 1:25.

IX Evangelho

revery tissue http://spikejams.com/canadian-pharmacy stamper applicator so work listing cialis 5 mg natural. Nothing this viagra canada better. But my for levitra side effects products. Its cleanser cialis 100 mg using without best cialis discount to been missed love for http://spikejams.com/viagra-coupon until Amazon the viagra meaning naturally quickly fold appearance but.

segundo João 8:47. Jesus falando acerca da sua rejeição.

X 2Ts. 3:2b: porque a fé não é de todos. Paulo se referindo aos homens perversos e maus.

XI Paráfrase de Fp. 2:13.

XII João 16:8 “Quando ele [Espírito Santo] vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:” (grifo do autor).

XIII KAISER, Walter C. Jr. O plano da promessa de Deus: teologia bíblica do Antigo e Novo Testamento. 1ª Ed. São Paulo: Vida Nova, 2011.

XIV Lucas 11:32 “Ninivitas se levantarão, no Juízo, com esta geração e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui está quem é maior do que Jonas”.

XV Mateus 3:8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento.

XVI Fp. 1:21: Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.

XVII Carson, D. A. O Deus presente: encontrando o seu lugar no plano de Deus. São Paulo: Editora Fiel, 2011

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments