Nossos CD´s

Rita Oliveira (Ritinha) – Missionária Local

ritamidfull

Converti-me a Cristo em novembro de 1993, e batizei-me em novembro do mesmo ano.

Sob o acompanhamento do casal Célio e Fátima Leite, passei a fazer visitas de oração, todas as terças-feiras, durante oito meses.

Com a mudança da família Leite para outro bairro, percebi que aqueles momentos de oração, dos quais tanto gostava, sofreram uma repentina parada. Fiquei inconformada pela situação, e por entender que a igreja estava orando pouco, busquei a Deus e recebi a seguinte resposta: Você será uma das colunas da igreja. O meu entendimento foi: Assuma a responsabilidade. Eu cri nisso.

Em 1996, após uma conversa com o Pr. Jairo, assumi a liderança de encontros de orações, às segundas-feiras, e de início, os encontros tinham apenas 8 pessoas.

Em 2005, após diversas lutas, e também muitas vitórias dadas pelo Senhor, tive, por força do grande número de pessoas que estavam participando, que começar a realizar as reuniões no templo da igreja. “Só nesse momento, entendemos que tínhamos um ministério em nossas mãos”. As reuniões passaram a se realizar as sextas-feiras, e em todas as oportunidades possíveis, a igreja era chamada a participar.

Orações pelos pastores, ministérios, líderes, missões, enfim, por toda a igreja e seus projetos, passaram a ser feitas durante as reuniões. De repente percebi, muito angustiada, um decréscimo dos participantes, principalmente homens, e fiquei bastante desanimada. Cheguei, inclusive, a cogitar o encerramento do ministério. Entretanto, Deus tinha outros planos. Deus falou comigo, pedindo que eu lesse Hebreus 10:35-39:

Não rejeiteis, pois, a vossa confiança, que tem grande e avultado galardão. Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa. Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará. Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a perdição, mas daqueles que creem para a conservação da alma.

Com uma resposta tão clara, não pude desistir.

Em 2007, o Senhor perguntou-me se eu cria que os jovens começariam a participar do Culto de Oração; eu disse sim!

Em 2009, Deus começou a enviar jovens, crentes e descrentes. Muitos se converteram ao Senhor Jesus e, hoje, são intercessores com atuação em todos os cultos e eventos da IBA.

Atualmente são 15 intercessores/discipuladores servindo com fidelidade, santidade e honestidade, para a Glória de Deus.

     “Até aqui nos ajudou o Senhor.”
I Samuel 7:12b