Lentilhas

Lentilhas

29 de dezembro de 2012 0 Por Samuel Soares

“Ele respondeu: Estou a ponto de morrer; de que me aproveitará o direito de primogenitura? Então, disse Jacó: Jura-me primeiro. Ele jurou e vendeu o seu direito de primogenitura a Jacó. Deu, pois, Jacó a Esaú pão e o cozinhado de lentilhas; ele comeu e bebeu, levantou-se e saiu. Assim, desprezou Esaú o seu direito de primogenitura.” (Gênesis 25: 32-34)

phMuitos foram os privilégios desprezados por Esaú.

Como filho mais velho ele seria o principal herdeiro da fortuna da família, a herança paterna era dividida pelo número de filhos e o primogênito tinha direito a duas partes. Além disso na família da aliança, essa fortuna incluía a promessa do Senhor de dar a Abraão uma descendência na terra, que abençoaria todas as nações. No entanto, naquele momento em que chegava de uma caçada frustrada ele só pensava em satisfazer a necessidade de seu corpo por comida. Infelizmente, ele tomou a pior decisão possível, diante da chantagem de seu irmão, Esaú abriu mão de seu direito de primogenitura por um ínfimo prato de lentilhas e um pouco de pão.

Neste mundo, somos tentados diariamente a fazermos como Esaú. Sendo filhos de Deus, temos o privilégio de desfrutar da amizade com Ele, recebemos a bênção da comunhão com a família na fé, gozamos a maravilhosa direção do Pai, e tantos outros privilégios que advém da nossa comunhão com Ele. Porém, quando deixamos de fazer a vontade de Deus, para fazer a vontade de nossa carne, então caímos no mesmo erro de Esaú, à saber, desprezamos as bênçãos espirituais outorgadas pelo Pai, trocando-as pelas “lentilhas” que o mundo nos oferece. Tais lentilhas até podem satisfazer momentaneamente nossa carne, mas certamente prejudicam nosso relacionamento com o Senhor. Definitivamente, não vale à pena!